Finalidade deste Blog

Olá, seja muito bem-vindo ao meu blog. Nele você encontrará textos de vários autores, inclusive o meu, é claro. Decidi fazer este blog para expressar meus pensamentos e minhas quimeras. Também estarei compartilhando mensagens bíblicas em texto e audio. Meu desejo é que você seja edificado. Então, deixe seu comentário e vejamos como nos edificaremos.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Minha é a terra

Joel 1:6-7
"Uma nação, poderosa e inumerável,
invadiu a minha terra,
seus dentes são dentes de leão,
suas presas são de leoa.
Arrasou as minhas videiras
e arruinou as minhas figueiras..."

"Qual é a sua igreja?"

"A minha igreja é..."

Certamente você já ouviu algo parecido.

Talvez você tenha dito algo parecido. Eu já!

Sim, sabemos que isso é só uma maneira de falar, que, na verdade, aqueles que assim o dizem querem somente indicar a igreja na qual congrega ou serve a Deus.

E pessoalmente eu não me incomodo com esses. Incomodo-me justamente com o contrário. 

Incomodo-me com os supostos conhecedores da doutrina que dizem que a Igreja é do Senhor, mas na prática querem ser os donos dela.

Defendem a propriedade exclusiva de Jesus, mas negam e rejeitam o governo de Deus. Antes, precisam defender um sistema doutrinário para legitimar suas ações carnais e usurpadoras de uma autoridade não conferida por Deus, mas ingenuamente delegada por um grupo que acreditou numa capa apresentada pelo sistema.

O sistema as vezes é bom. O que atrapalha são esses usurpadores.

Então, voltemos à Palavra. Voltemos com sinceridade, verdade, integridade e coragem para nos submetermos à Sua irrevogável autoridade.

Os agricultores cuidavam das vinhas, das figueiras, das romeiras, da terra...

Mas, quando nos detemos na Palavra encontramos o Todo Poderoso falando:

"a minha terra, as minhas videiras, as minhas figueiras, o meu povo..."

Sejamos submissos por completo à Palavra, ao Senhor, a Jesus. E isso com todas as nossas forças, entendimento e coração na unção e capacitação do Espírito Santo.

Fique na paz do Senhor.

Em Cristo,
Marcelo Morais

Nenhum comentário: