Finalidade deste Blog

Olá, seja muito bem-vindo ao meu blog. Nele você encontrará textos de vários autores, inclusive o meu, é claro. Decidi fazer este blog para expressar meus pensamentos e minhas quimeras. Também estarei compartilhando mensagens bíblicas em texto e audio. Meu desejo é que você seja edificado. Então, deixe seu comentário e vejamos como nos edificaremos.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Vencendo a Síndrome do Escorpião (Esboço do Sermão)

                TEXTO

Romanos 5:1-5  Justificados, pois, mediante a , temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo;  2 por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela , a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus3 E não somente isto, mas também nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança;  4 e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança5 Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado.

                INTRODUÇÃO

Rubem Amorese, comentando o texto de Romanos, conta que o escorpião, quando acuado pelo perigo, entra em desespero profundo ao ponto de dar uma picada em sua própria cabeça com o seu ferrão da ponta da calda. A esta atitude desesperada ele a chama de SÍNDROME DO ESCORPIÃO. Verdade ou não, essa síndrome do escorpião ilustra bem a dificuldade do ser humano de lidar com situações aflitivas em sua vida, que são as tribulações que insistem em se apresentar em nossa caminhada.

Muitas pessoas encontram dificuldades de enfrentarem os problemas que lhe são apresentados pela vida. Dificuldades no casamento, na vida profissional, na faculdade, na escola, com os pais, amigos, e muitas vezes até com os sentimentos e conflitos internos que surgem à medida que o meio externo oferece algum problema para qualquer um de nós.

Todavia, o texto que lemos apresenta um verdadeiro desafio ao nosso modo de viver cristão. “Trata-se de um texto absolutamente desconcertante, uma vez que fala de exultação e sofrimento ao mesmo tempo: gloriar-se – exultar-se – nas tribulações. Está implícito um paradoxo de difícil resolução.” Como pode alguém em seu perfeito juízo associar exultação à tribulação?

Isso sem falar da abordagem supostamente espiritualista aos temas sofrimento e exultação.

De um lado aqueles que pensam no sofrimento como sinal de espiritualidade por causa da oposição satânica, as perseguições e etc.

Do outro lado os que acham que a santidade está na ausência de sofrimento. “Para esses, nada dá errado, o dinheiro é sempre abundante, não há doenças, dores, perdas nem pesares. Afinal são filhos do Rei.” Qualquer tipo de sofrimento, para esses, é porque de alguma forma o pecado está na vida da pessoa.

A abordagem racionalista é igualmente prejudicial à dinâmica sadia da vida neste caso.

Alguém que tenta de qualquer maneira criar no tempo e no espaço causas e efeitos para vencer o sofrimento com a exultação ou alimentar a tristeza por uma suposta legitimidade do sofrimento, sem considerar a “loucura” da pregação do Evangelho de que é possível gloriar-se nas tribulações.

Dessa forma, a falta de entendimento do que significa gloriar-se nas tribulações, produz em nossa vida um colapso na fé, na esperança e no amor. Somos tentados a pensar que não há mais esperança quando a tribulação chega, que Deus não nos ama mais e que em algum ponto da minha vida eu estou naufragando na fé. É o desespero aplacando nosso coração, mente e vontade.

Nessas horas a tristeza é uma companheira constante. O desânimo se instala e a depressão se apresenta para atormentar nossa vida.

Não é sem motivo que a DEPRESSÃO tem se tornado comum na sociedade hodierna. Um estudo do sociólogo americano Ronald Kessler, publicado na Revista Veja em 2004, mostrou que 30% da população mundial terá, pelo menos uma vez na vida, algum tipo de transtorno mental, sendo que a síndrome do pânico e a depressão estão entre os transtornos mais comuns nos pacientes.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão atinge 121 milhões de pessoas ao redor do mundo e está entre as principais causas que contribuem para incapacitar um indivíduo.

Estima-se que cerca de 17 milhões de brasileiros tenham a doença. De acordo com um levantamento feito pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), 74.418 trabalhadores foram afastados de suas atividades em 2007 em decorrência de depressão. É a segunda maior causa de afastamento do trabalho. Só perde para as doenças cardiovasculares.

Segundo Andrew Solomon, “eventos que ameaçam gravemente a vida são responsáveis pelo desencadeamento inicial da depressão. Tais eventos envolvem tipicamente alguma perda – de uma pessoa querida, de uma função, de uma idéia sobre si mesmo – e se apresentam da pior forma quando envolvem humilhação ou uma sensação de estar preso numa armadilha. A depressão pode também ser causada por uma mudança positiva. O nascimento de um bebê, uma promoção ou um casamento podem desencadear uma depressão quase tão facilmente quanto uma morte ou perda.”

“Estar em depressão é sentir-se pesado de emoções insolúveis. Tudo gira em torno da inviabilidade e da insensatez. Há vezes em que o mal domina o coração e exala uma tristeza acre. Outras, não há tristeza alguma, mas um vazio que paralisa. Acostumamos a pensar por vezes, que só há uma solução. Aquela que seja definitiva.”

“Queremos uma vida normal, sem aquela sensação turva impregnada à alma. Mas não há serotonina em quantidade o suficiente para flutuar no cérebro. E nos acostumamos a não olhar para frente, pois há um temor generalizado e desconexo. O olhar é orientado para baixo, para a terra, como que esta visão curta e breve mitigasse o futuro próximo.

Neste momento, o deprimido namora com a morte tornando-se um potencial suicida.

Mas, será que o que acontece com a DEPRESSÃO, DO PONTO DE VISTA DO TRANSTORNO MENTAL, pode, também, acontecer do PONTO DE VISTA ESPIRITUAL?

Pois, apesar de toda essa abordagem, o que eu quero ressaltar hoje não se trata da DEPRESSÃO COMO TRANSTORNO MENTAL OU FÍSICO, pois é melhor deixar para os psicoterapeutas, psiquiatras, psicólogos, neurologistas e demais profissionais da área.

Na verdade, quero chegar a tratar do assunto da DEPRESSÃO ESPIRITUAL. Ou seja, o que leva a pessoa ficar desanimada, paralisada, desesperada e angustiada ao ponto de pensar em abandonar a fé e, na pior das hipóteses, até mesmo desejar a morte, DO PONTO DE VISTA ESPIRITUAL?

“É interessante notar a frequência com que este assunto é tratado nas Escrituras. Isso nos leva à conclusão que é um problema muito comum, e que parece ter afligido o povo de Deus desde o princípio, pois tanto o Velho como o Novo Testamento o descrevem e o tratam demoradamente. Isso, por si só, seria razão suficiente para trazê-lo à sua atenção, mas eu também o faço porque parece ser um problema que está afligindo o povo de Deus de forma particular nos dias atuais.” (Lloyd-Jones)

Na Bíblia temos vários exemplos de pessoas que passaram por DEPRESSÃO ESPIRITUAL. De Moisés à Samuel, de Davi aos profetas, dos apóstolos aos heróis da fé, dos reformadores aos pastores e crentes da atualidade, todos estiveram e estão sujeitos à DEPRESSÃO ESPIRITUAL.

Salmo 42:5  Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas dentro de mim?

Salmo 55:4 Estremece-me no peito o coração, terrores de morte me salteiam; 5 temor e tremor me sobrevêm, e o horror se apodera de mim.

Marcos 14:33 E, levando consigo a Pedro, Tiago e João, começou a sentir-se tomado de pavor e de angústia. 34 E lhes disse: A minha alma está profundamente triste até à morte; ficai aqui e vigiai.

A grande questão acerca da SÍNDROME DO ESCORPIÃO, é que ela chega a se apresentar diante de nós, tal como se apresentou diante de Jesus, mas existe uma esperança acima de todo desespero para vencê-la e o texto que lemos em Rm 5 nos dá a compreensão de como vencer a SÍNDROME DO ESCORPIÃO.


                TEMA

VENCENDO A SÍNDROME DO ESCORPIÃO



                1. COM O CONHECIMENTO DE DEUS – V.3

O apóstolo Paulo sabia da sequência de virtudes que as tribulações desencadeariam em sua vida e que culminaria na esperança da glória de Deus, no amor derramado abundantemente em seu coração. Por isso, ele não se sujeitava à tirania das circunstâncias, mas confiava no conhecimento e no poder que Deus havia ministrado em sua vida para suportar as tribulações em paz.

2 Coríntios 1:3-5  Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação!  4 É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus.

“A verdade deve ser definida e preservada, para que as pessoas não andem em erros. Então, se temos objeções à doutrina, não é de admirar que não vemos as coisas com clareza, ou que nos sentimos infelizes e miseráveis. Não há nada que ajude tanto um homem a ter clareza em sua visão espiritual, como uma compreensão das doutrinas da Bíblia.” (Lloyd-Jones)

Francis Bacon (filósofo inglês do séc. XVII) cunhou o aforismo "Conhecimento é Poder".

“Em certo sentido, em última análise, esta é a única causa da depressão espiritual — o diabo, o inimigo de nossas almas. Ele pode usar nosso temperamento e nossa condição física. Ele nos manipula de tal forma que acabamos permitindo que nosso temperamento nos controle e governe nossas ações, em vez de nós mantermos o controle sobre ele. São incontáveis os meios pelos quais o diabo causa a depressão espiritual. Temos que nos lembrar dele. O seu objetivo é deprimir o povo de Deus, de tal forma que ele possa ir ao homem do mundo, dizendo: ‘Eis o povo de Deus; você quer ser assim?’ A estratégia do adversário de nossas almas, o adversário de Deus, é de nos levar à depressão.” (Lloyd-Jones)

Vença a Síndrome do Escorpião com o Conhecimento e o Poder de Deus sobre a sua vida!

Busque ao Senhor na Palavra, Experimente o Senhor com a Palavra, Sinta o Senhor com a ministração da Palavra... Receba do Senhor pela Palavra... que essa depressão espiritual irá sair, essa Síndrome do Escorpião será derrotada em nome de Jesus!



                2. COM O AMOR DE DEUS – V.1

 “O amor (sentimento) nos abandona de tempos em tempos, e nós abandonamos o amor. Na depressão, a falta de significado de cada empreendimento e de cada emoção, a falta de significado da própria vida se tornam evidentes. O único sentimento que resta nesse estado despido de amor é a insignificância.”

“[Nestes] momentos a lucidez se ausenta e precisamos urgentemente de pessoas que nos acreditam sermos amados.”

É neste momento que precisamos do Amor de Deus para vencermos a Síndrome do Escorpião.

E este Amor nos é derramado pelo Espírito Santo.

5 Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado.

E o que este Amor de Deus gera em nossas vidas? PAZ DE DEUS

“A paz vem por meio de nosso agente da paz, do pacificador, do Príncipe da Paz. Ele é o agente intermediário, o meio pelo qual essa paz nos é conferida.” (RC Sproul)

Em Cristo Jesus temos nossos pecados perdoados e passamos do estado de inimigos para amigos de Deus. Somos seus filhos. Somos amados e gozamos de paz com o Senhor por meio de Jesus. Quando a Síndrome do Escorpião se apresentar, precisamos ter em mente que Deus nos chama para a paz e não para a guerra. Ele nos chama para o Reino do seu amor.

Como alcançamos isso? Oração, súplica e gratidão.

Filipenses 4:6-7  Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças7 E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.

O entendimento de súplica é importante aqui, pois somente com a “alienação” (Sproul) é que temos reconciliação. Um mendigo que suplica esmolas só o faz porque está alienado do dinheiro. Ele tem consciência de sua miserabilidade para que sua súplica seja, no mínimo, convincente.

Dessa forma, somente quando reconhecemos que somos incompetentes de produzir uma paz que nos envolva com o amor de Deus, é quando suplicamos com a consciência que somente Deus é a nossa paz porque Seu amor é derramado em nós pelo Seu Espírito Santo.

É dessa forma que percebemos as Palavras de Jesus sendo aplicadas em nossos corações, dizendo-nos:

João 14:27  Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.

Portanto, ore e suplique a Deus, e isso com gratidão em seu coração, pois certamente você ouvirá a doce voz do Espírito Santo sussurrando em seu ouvido: “você é amado de Deus” “Eu, o Senhor Jesus, Sou a sua Paz”. Por meio dEle você acesso ao Pai de Amor. Por meio dEle você entre no Reino do Seu Amor. E viva em paz com Deus.



                3. COM A VIVÊNCIA EM DEUS – V.5

Temos no texto de Rm 5 “a fina flor da espiritualidade, a nata da santificação, o cume do monte, o ouro que sai da fornalha, o cheiro do incenso: de um lado a fé, mistério de Deus entre os homens; do outro o amor, porque o amor de Deus é derramado entre os nossos corações; entre os dois, protegido como um frágil bibelô, como uma pérola, a esperança, que nos dá força para subir as escadarias da vida cristã, formadas por tribulação, perseverança, experiência e, de novo, esperança de novos e mais altos voos.” (Amorese)

Nesta dinâmica de vida com Deus, de intimidade, comunhão, relacionamento intenso, mergulho nas águas profundas do Espírito Santo, voos às Alturas do Senhor, enchimento do Vinho Novo de Deus, transbordar da Unção do Espírito... nesta vivência em Deus... somos contemplados pela esperança que enche nossas vidas e nos preenche com vigor, força, alegria, exultação, coragem para viver e poder para vencer qualquer dificuldade que se nos apresenta, pois em Cristo Jesus, nesta vivência, somos mais que vencedores.

“Não vai ser sempre assim. Veja se consegue lembrar isso. É assim neste momento, mas não vai ser sempre assim.”

De um lado alguém pode ser usado por Deus para nos falar algo parecido com o lido agora, por outro, bem melhor, temos o Espírito Santo de Deus que preserva Sua Palavra viva e eficaz enchendo nosso peito de esperança tal como fez a Davi, a Jeremias...

Salmo 27:13 Eu creio que verei a bondade do SENHOR na terra dos viventes. 14 Espera pelo SENHOR, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração; espera, pois, pelo SENHOR.

Lamentações 3:24-25 A minha porção é o SENHOR, diz a minha alma; portanto, esperarei nele. 25 Bom é o SENHOR para os que esperam por ele, para a alma que o busca.



                APLICAÇÃO PARA PEQUENO GRUPO


De que maneira a mensagem em Rm 5 tem mais chances de ajudar-lhe a vencer a síndrome do escorpião quando, eventualmente, ela se apresentar na sua vida?

O que você pensa acerca da estratégia de Satanás para causar depressão espiritual no povo de Deus para que o mesmo, o povo de Deus, não faça a obra do Senhor?

Existe alguém que você conhece que necessite de ser ministrado com o que você aprendeu hoje? O que você irá fazer acerca disso?


                BIBLIOGRAFIA

D. M. Lloyd-Jones. Depressão Espiritual.
RUBEM MARTINS AMORESE. Igreja e Sociedade.
ANDREW SOLOMON. O demônio do meio-dia.
REVISTA VEJA
REVISTA MENTE E CÉREBRO – JAN/2010
REVISTA SAÚDE É VITAL
R.C. SPROUL – Estudos Expositivos no livro de Romanos.

Um comentário:

Carlos Henrique Silva disse...

Prezado Pastor Marcelo,

Como frequentador assíduo deste blog quero parabenizar-lhe por mais esta mensagem muito edificante em nossas vidas. O Senhor é um instrumento do Espírito Santo para edificar muitas vidas.

Com muita propriedade, diagnosticaste a terrível ação do inimigo em nossas vidas que causa a depressão espiritual.

Ela é cruel, silenciosa, imperceptível, mas que nos causa um mal tremendo que nos afasta da palavra e da presença de Deus, a ponto de acharmos que não somos amados ou fomos esquecidos por Deus.

A bíblia é repleta de passagens edificantes [ Romanos 5:1-5 é uma das mais lindas, profundas e edificadoras] que tornam o homem mais forte, feliz, consciente, controlado e subordinado à vontade do Senhor.

Desenvolve o nosso domínio próprio e, no entanto, são somente cerca de dez porcento dos Cristãos que lêem a Bíblia todo Dia.

Povo de Deus, acordemos, pois estamos deprimidos espiritualmente e nem percebemos.

Graça e Paz!

Carlos Henrique (Sorocaba)