Finalidade deste Blog

Olá, seja muito bem-vindo ao meu blog. Nele você encontrará textos de vários autores, inclusive o meu, é claro. Decidi fazer este blog para expressar meus pensamentos e minhas quimeras. Também estarei compartilhando mensagens bíblicas em texto e audio. Meu desejo é que você seja edificado. Então, deixe seu comentário e vejamos como nos edificaremos.

sexta-feira, 4 de março de 2011

UPA Primeirona

UPA Primeirona

PEQUENA GRANDE COMUNICADORA
Por Cecília Oliveira

“O jovem tem voz sim! O que ele não tem é espaço. Não tem quem o escute”, diz, confiante, a paulista Sâmia Pereira, que hoje é uma Virajovem: jovens articulistas da Revista Viração. Sãmia e os demais jovens da Viração são responsáveis pela mobilização e acompanhamento da equipe que produz a revista, reconhecida pelo seu conteúdo diferenciado.

Sâmia entrou para a equipe da revista devido a sua vida de blogueira. Escrevendo no Exceção do Mundo há cerca de três anos, foi convidada para participar do projeto Quarto Mundo, um programa de televisão feito por jovens e adolescentes moradores da região da Grande São Paulo, numa parceria da TV USP e Viração. Os participantes do projeto – com idade entre 13 e 21 anos e estudantes do ensino médio – recebem formação específica de audiovisual e jornalismo dentre outras temáticas, para realização do programa, e o constroem coletivamente, passo a passo, desde a pauta até apresentação e gravação.

Sâmia foi então, do Quarto Mundo, para a redação da Viração, onde é responsável pela mobilização dos outros membros da equipe e também pela produção de matérias. “Hoje sou ‘midiadora’. Esse é um termo que inventamos aqui para quem faz o trabalho da mediação, mas também faz mídia. Participo também do Conselho, onde discutimos a revista e a juventude. Nós decidimos as matérias, os temas, tudo o que fará parte da edição da revista”, conta.

A Viração é feita integralmente por jovens, com uma linguagem atraente. Mas afinal, o que a faz tão especial? “O jovem tem aqui dentro uma liberdade de expressão que eu não vejo em nenhum outro lugar” explica Sâmia, que não quer perder o vínculo com a revista. “Eu quero prestar vestibular para jornalismo e Ciências Sociais, aqui e no Paraná. Se eu for embora de São Paulo, não quero perder o contato de jeito nenhum! Poderia ser uma correspondente da revista, ao invés de ser mediadora, quem sabe? Não quero é perder o contato com a Viração!”, conclui.

Nenhum comentário: