Finalidade deste Blog

Olá, seja muito bem-vindo ao meu blog. Nele você encontrará textos de vários autores, inclusive o meu, é claro. Decidi fazer este blog para expressar meus pensamentos e minhas quimeras. Também estarei compartilhando mensagens bíblicas em texto e audio. Meu desejo é que você seja edificado. Então, deixe seu comentário e vejamos como nos edificaremos.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Qual é a Vontade de Deus?

Não raras vezes ouvimos orações, declarações e afirmações de irmãos que querem que a vontade de Deus seja feita em suas vidas. Eu mesmo costumo orar e pedir que a boa, perfeita e agradável vontade de Deus seja feita em minha vida. Contudo, na maioria das vezes não sabemos qual é a vontade de Deus para nós. Seria isso possível? Digo, seria possível conhecer a boa, perfeita e agradável vontade de Deus?

Pensando nisso, gostaria de compartilhar com os queridos leitores algumas considerações que fiz acerca do que a Bíblia afirma a respeito do assunto. Muitos são os que pedem a Deus que a sua vontade seja feita.

A Bíblia afirma que a vontade de Deus é que os seus filhos obedeçam-o, pois está escrito em Mateus 7:21: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.”. Ora, dessa forma voltamos à mesma questão! Qual é a vontade de Deus para eu a obedeça?

Certamente não é uma resposta fácil de se conseguir. Depende muito do propósito de Deus para cada ser humano. Então, vamos por partes.
Em primeiro lugar devemos tem em mente que Deus deseja que todos os homens creiam n’Ele como seu Salvador. Em João 6:40 temos a seguinte afirmação: “De fato, a vontade de meu Pai é que todo homem que vir o Filho e nele crer tenha a vida eterna.”. Esta afirmação quem faz é o próprio Deus encarnado, Jesus Cristo. Em seu contexto, Ele disse que a vontade do Pai era que ele, isto é, Jesus, não perdesse nenhum dos eleitos que foram dados ao Salvador.

Uma vez crendo em Deus e em seu propósito, temos de buscar a obediência que Jesus nos mostrou em seu ministério terreno, ou seja, Jesus disse: “Porque eu desci do céu, não para fazer a minha própria vontade, e sim a vontade daquele que me enviou... Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai celeste que pereça um só destes pequeninos.”. (João 6:38; Mateus 18:24).

É importante notar que em todas as outras coisas que fizermos em nossas vidas serão derivações do entendimento dessa vontade de Deus. Mas, será que Deus só quis isso para Jesus? Não! Jesus nos enviou tal como Ele foi enviado por Deus para fazer a Sua vontade. O texto a seguir é claro e não deixa dúvidas: “Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio.”. (João 20:21). Em sua oração sacerdotal Jesus, mais uma vez, identifica nossa missão com a sua própria missão, Ele diz: “Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.”. (João 17:18).

A partir desse entendimento podemos falar de outras coisas que, também, são da vontade de Deus.

  • É da vontade de Deus que contribuamos financeiramente com a obra que Ele realiza por meio dos seus ministros, igrejas e servos. “2 Coríntios 8:5: E não somente fizeram como nós esperávamos, mas também deram-se a si mesmos primeiro ao Senhor, depois a nós, pela vontade de Deus.”. Portanto, sejamos fieis à sua vontade e não nos apeguemos ao dinheiro e às coisas materiais.

  • É da vontade de Deus conhecer a doutrina bíblica a fim de sermos servos que discernem a Palavra do Senhor. “João 7:17: Se alguém quiser fazer a vontade dele, conhecerá a respeito da doutrina, se ela é de Deus ou se eu falo por mim mesmo.” Portanto, sejamos fieis à sua vontade e não deixemos de aproveitar as oportunidades de estudar a Palavra de Deus, seja na Escola Dominical, em seminários, em congressos, em pequenos grupos e atividades afins.

  • É da vontade de Deus que ofereçamos um culto racional a Ele, ou seja, um culto que seja oferecido pela nossa razão e com todo nosso entendimento e inteligência a fim de não sermos enganados por ventos de doutrinas, mas que também, experimentemos sua vontade em nossas emoções, haja vista, que somente pelos nossos sentidos podemos experimentar algo. “Romanos 12:1-2: Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Portanto, sejamos fieis à vontade de Deus e deixemos de mediocridade quanto ao estudo e o entendimento da Palavra, e também, deixemos ser tocados em nossas emoções quando o Espírito Santo bem quiser.

  • É da vontade do Senhor que façamos nosso trabalho dignamente, que obedeçamos nossos patrões e sejamos fieis em nossos ofícios. “Efésios 6:6: não servindo à vista, como para agradar a homens, mas como servos de Cristo, fazendo, de coração, a vontade de Deus.” Sejamos, portanto, fieis à sua vontade e deixemos de reclamar tanto do nosso emprego, do nosso patrão, pois o Senhor em tempo oportuno retribuirá cada um segundo a sua fidelidade.

  • É da vontade do Senhor que nos santifiquemos dia após dia, buscando não fazer a vontade da carne, do corpo, dos desejos mundanos, mas, viver de acordo com que o Espírito nos conduzir. “1 Tessalonicenses 4:3: Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação. 1 Pedro 4:2: para que, no tempo que vos resta na carne, já não vivais de acordo com as paixões dos homens, mas segundo a vontade de Deus.” Assim, sejamos fieis à sua vontade e deixemos de ser controlados pelos impulsos carnais, mas sejamos conduzidos pelo Espírito Santo de Deus.

  • É da vontade de Deus que demos testemunho d’Ele com o reto proceder cristão, “1 Pedro 2:15: Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos. Romanos 2:24: Pois, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por vossa causa.” Façamos, então, a vontade de Deus e deixemos de dar motivos aos homens de falarem contra o Nome de Deus.

  • É da vontade de Deus que sejamos gratos por tudo que nos acontece. “1 Tessalonicenses 5:18: Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.” Sejamos, então, fieis à sua vontade e deixemos de murmurar tanto pelas coisas da vida que ainda não sabemos no que vão dar.

Poderíamos enumerar mais um tanto de itens que fazem parte da vontade de Deus, pois a Bíblia está recheada de Palavras de Sabedoria, aliás, Ela é a Palavra da Sabedoria. Cumpre-nos orar como o salmista, no Salmo 40:8: “Agrada-me fazer a tua vontade, ó Deus meu; dentro do meu coração, está a tua lei.”.

Por fim, que sobre todas as coisas, manifestações, comportamentos, expressões e tudo o mais de bom e idôneo, esteja o Amor do Senhor Jesus Cristo sobre nossas vidas, pois somente assim é poderemos cumprir verdadeiramente a Sua Vontade.

Portanto, entremos na presença do Pai, experimentemos Seu Amor e oremos: “Pai, Seja Feita a Tua Vontade. Amém.”.

Marcelo Morais.

Um comentário:

Vêva disse...

Tenho buscado essa posição de viver a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.. Porém é algo muito difícil..A nossa carne grita e as vezes nos leva a sair do propósito... mas como é bom ler esse tipo de mensagem que que nos faz acordar e aviva em nós o desejo de andar em santidade e pureza perante Deus. Obrigada!!!