Finalidade deste Blog

Olá, seja muito bem-vindo ao meu blog. Nele você encontrará textos de vários autores, inclusive o meu, é claro. Decidi fazer este blog para expressar meus pensamentos e minhas quimeras. Também estarei compartilhando mensagens bíblicas em texto e audio. Meu desejo é que você seja edificado. Então, deixe seu comentário e vejamos como nos edificaremos.

terça-feira, 22 de maio de 2018

Intimidade no Casamento


Olá, compartilho com os queridos leitores do blog os textos que colocamos em cartões para o Encontro de Casais Bem Casados 2018, realizado pela Igreja Presbiteriana Nova Vida, DF, entre os dias 18-20 de maio.

São textos que fazem alusão ao tema do Encontro e levam o casal a consolidar a proposta.

Abraços,
Marcelo Morais.

"...deixe o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne." Gênesis 2.24

Todo projeto de uma casa tem que contemplar pelo menos um quarto. É nele que inevitavelmente vinculamos a nossa intimidade e privacidade.
  
Inevitavelmente também, é o vínculo da sexualidade com a intimidade no casamento. O sexo é como o certificado de registro de pertencimento entre os cônjuges. "Eu sou do meu Amado, e o meu Amado é meu..." (Cantares 6.3)
  
E esse pertencimento é construído na intimidade do casal, no afeto e carinho, na sexualidade presente, regular e satisfatória para ambos.

"Eu sou do meu amado, e ele tem saudades de mim." (Cantares 7.10)
  
Vale lembrar que esse sentimento de pertencimento deve ser ao mesmo tempo livre e desejado, como ligado e respeitado. Em outras palavras, não cabe opressão e obrigação escravizante, mas deve haver compromisso e fidelidade.


Compromisso para que a satisfação sexual seja garantida,  ainda  que  exija  uma  dedicação  em  um determinado momento de aparente indisposição. 
  
Fidelidade porque o projeto de Deus para o casamento prevê exclusividade entre o casal. Qualquer adulteração desse projeto traz prejuízos enormes na relação conjugal. Prejuízos que podem ser reparados, mas que custam muita energia emocional, psicológica, espiritual.
  
A intimidade no casamento deve ser construída na relação equilibrada entre o romantismo e o desejo, entre carinho despretencioso e o fogo ardente, entre as palavras que elogiam a alma e despertam o corpo.
  
A intimidade no casamento é sinal de que aliança está ativa, válida, que os corações estão anelados e os corpos entrelaçados.
  
Casamento como um projeto de vida é vivido entre aqueles que se amam, que celebram sua alegria na criação e em seu amor, na intimidade e satisfação sexual.
   
Na fidelidade e na aliança, um com o outro e ambos com Deus.

As Marcas do Tempo


Olá, compartilho com os queridos leitores do blog os textos que colocamos em cartões para o Encontro de Casais Bem Casados 2018, realizado pela Igreja Presbiteriana Nova Vida, DF, entre os dias 18-20 de maio.

São textos que fazem alusão ao tema do Encontro e levam o casal a consolidar a proposta.

Abraços,
Marcelo Morais.

"Eu não me esquecerei de todas as suas obras, para sempre!" Amós 8.7
   
O tempo deixa marcas nas construções. Marcas de uso. Marcas de ataques do clima, de vândalos e de guerra. Até a restauração de uma construção também deixa suas marcas aparentes.
  
Com o passar do tempo, o casamento também tem suas marcas. Com o tempo, o casamento apresenta marcas do relacionamento, que pode ser afetivo ou apático. Marcas de lutas, entre elas derrotas e vitórias. Algumas marcas são como cicatrizes, nunca saem e  representam uma dor no passado, ainda que superada. Outras marcas são como desenhos decorativos, embelezam e representam algo especial.
    
Há também marcas da experiência. Elas representam o caminho percorrido com atenção, aprendizado e apreensão da sabedoria. 
   
Para preservar o casamento como um projeto de vida, é necessário entender essa dinâmica do tempo e da marca que se quer deixar nesse projeto. Investir na relação afetiva, na convivência saudável, no respeito mútuo, nas atividades em conjunto e na compreensão dos papeis de cada um nesse projeto.
     
Marcar a existência do cônjuge com amor e carinho devidos. Marcar com a presença agradável, não murmurante, não reclamante de tudo. Marcar com um olhar de esperança, de incentivo, de sonhos e projetos futuros. Marcar com oração e vida consagrada, com compromisso espiritual e piedade evidente, com discernimento e obediência à vontade de Deus.
    
E isso tudo é considerado no tempo e no espaço. Ou seja, perseverante, presente, a cada instante. Como o constante vento que esculpe as pedras e deixa sua marca, assim a preservação do casamento depende dessas marcas adquiridas pela constância, perseverança e presença dos amantes. Afinal, não se pode marcar mais a existência do outro se ele não esiver mais na relação.
     
Entenda, aproveite cada momento e marque a vida do seu cônjuge. Agora mesmo, faça isso. 


Lembrem-se: recorram ao memorial


Olá, compartilho com os queridos leitores do blog os textos que colocamos em cartões para o Encontro de Casais Bem Casados 2018, realizado pela Igreja Presbiteriana Nova Vida, DF, entre os dias 18-20 de maio.

São textos que fazem alusão ao tema do Encontro e levam o casal a consolidar a proposta.

Abraços,
Marcelo Morais.

"Felizes os que guardam os mandamentos de Deus e lhe obedecem de todo o coração!" Salmo 119.2

Quando se compra um imóvel é comum ele vir com um memorial descritivo. Nele, encontramos os detalhes da compra, os itens inclusos, as especificações do material, as medidas originais, os pontos do alicerce e mapa de coisas que estão ocultas, mas que jamais devem ser desprezadas. (exemplo: canos nas paredes). 

O memorial descritivo é feito para ser consultado sempre que surgir uma dúvida, quando for necessário fazer uma reforma ou até instalar um acessório...
(nunca se esqueça dos canos nas paredes).

O casamento é algo parecido. 

Quando nos tornamos uma só carne no casamento, damos início ao processo de construção de uma vida conjugal que requer consultas constantes ao Memorial Descritivo do casamento para preservarmos a originalidade do projeto. Ainda que seja possível realizar várias mudanças, firmes fundamentos devem ser preservados.

Afinal, estamos nos referindo ao relacionamento conjugal que envolve vidas em suas dimensões mais profundas, emocionais e espirituais. 
     
O nosso Memorial Descritivo é sem dúvida a Palavra de Deus que nos apresenta tudo quanto necessitamos para viver uma relação conjugal feliz e plena.
    
E esse Memorial Descritivo do Casamento é para ser compreendido em vida comunitária dentro do casamento e dentro da família da fé. Muitos se queixam de não compreenderem o Memorial. Mas, é que alguns aspectos dEle só são possíveis de serem compreendidos no ambiente comunitário e relacional da família da fé.
   
Talvez seu projeto original esteja necessitando de uma reforma. Talvez já tenha acertado um cano dentro da parede e teve de quebrar muita coisa para consertar. Quem sabe algum acessório deve ser instalado. 
     
Recorram ao Memorial Descritivo, a Palavra de Deus, para saber exatamente o quê e como deve ser seu casamento.


segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

E o Réveillon, foi bom?

E o Réveillon, foi bom?

Derivado do verbo francês réveiller, que significa acordar, despertar e, figuradamente, reanimar  ou reagir, o réveillon pode ter sido apenas uma parte de tempo no qual se espera a contagem regressiva para virar o calendário ou um estado de espírito onde se mentaliza e projeta bons pensamentos e desejos para o ano que se inicia.

Entretanto, o que tem de reação ou despertamento nesse tempo que você passou?

Qual foi propósito despertado em seu coração para o próximo ano?

De quais sonos você deve acordar?

O que reanima ou o faz reagir diante do quadro atual que merece mudança?

Sabe, o réveillon é um tempo especial para estar junto com amigos e parentes.

Um momento de projetar os desejos e sonhos que queremos ver realizados no próximo ano.

Uma oportunidade de celebrar e agradecer a vida preservada por Deus.

O mais importante, contudo, é que no réveillon, quando harmonizado e vivido diante de Deus, em busca real da vontade do SENHOR, em submissão à Palavra de Deus e sob a ação do Espírito Santo, temos uma excelente oportunidade de termos nossos corações despertados para vivermos ainda mais sob a ação poderosa de Deus para realizar grandes coisas e glorificarmos o nosso Pai Celestial com o fruto do Espírito evidenciado nas realizações do ano que inicia.

Desejo a você um feliz e próspero ano novo com despertamento e novos ânimos para grandes realizações. Enfim, que vivamos em novidade de vida. Vivamos, sempre, Nova Vida.

No amor de Cristo,
Pr Marcelo Morais.
01/jan/2018